Sabe quais os são os sintomas de estreasse no cachorro?

Tudo que precisa saber sobre o estreasse dos cães!

É muito importante entender as razões que levam o seu cachorro a desenvolver o estreasse canino para ajudá-lo da melhor forma! Então vamos entender melhor como funcionam os sintomas de estreasse em cachorro e como devemos prosseguir? Confira as nossas dicas seguir!

1 - O estreasse é algo muito comum em nossa rotina. Afinal, com um dia a dia corrido, tarefas que não acabam mais e um trânsito caótico, é mesmo difícil ficar tranquilo, não concorda? Mas você já parou para pensar que, nesse mundo tão corrido, não somos só nós as vítimas do estreasse? É isso mesmo! Essa doença não é exclusiva para pessoas, e também pode afetar a saúde os nossos melhores amigos de quatro patas. Os cachorros, como a gente, podem ficar hiperativos e muito estreassados!.

2 - Como reduzir o estreasse do cachorro? O estreasse causa um temperamento mais afoito no cão, e pode se manifestar em diversas ocasiões. Por exemplo, em períodos prolongados em que ficam sozinhos, ou com fome ou sede, em alterações na rotina, durante o banho, com fogos de artifício, dentre outras situações. Essa tensão pode trazer problemas mais graves de saúde para o cão, como doenças de estômago. Logo, um problema que poderia ter sido resolvido com pequenas mudanças, se torna assunto para um veterinário. Por isso, é importante saber diferenciar quando seu cachorro está simplesmente sendo desobediente ou está de fato tem uma situação de cachorro estressado.

3 - Como identificar o estreasse no cachorro? Os sintomas de estreasse em cachorro podem aparecer se seu bichinho perde seu apetite, tem problemas de diarreia ou vómitos, se coça demasiadamente, se chacoalha mesmo estando seco, range os dentes, tem falta de atenção, tem respiração ofegante e boceja muito, pode ser que ele esteja com estreasse canino. Atitudes como morder, cavar, latir sem razão, defecar e urinar em locais inadequados ou arranhar janelas e portas também são consequências da doença. Dessa forma, é fundamental identificar os motivos que o estão levando a este quadro; por isso, é muito importante que você fique atento ao comportamento do seu cão e perceba como está o ambiente ao redor..

4 - Como deixar o cachorro mais calmo? Assim que detectar algum dos sintomas de estreasse em seu cachorro, é preciso deixa-lo mais calmo. Procure levar seu cachorro para passear mais vezes, brinque com ele ao chegar em casa, dê presentes e não deixe de incluí-lo nas atividades da família. Ele tem que sentir que faz parte do ambiente. Identificar o que está causando o estreasse também é muito importante para facilitar o processo de acalmar o amiguinho de estimação: o cachorro que vive em um ambiente conturbado, com muita gritaria, discussões, geralmente tende a ser mais ansioso e assim como o dono, tende a ser um cachorro estressado! Dessa forma, é fundamental cuidar muito bem dos ambientes em que o cão circula! Atenção os hábitos, porque a saúde do seu melhor amigo pode estar em jogo!

5 - Ter um cachorro estressado é bem mais comum do que imaginamos e muitos donos acham que seus cães hiperativos são só desobedientes, quando, na verdade, podem estar estressados. No entanto, com as dicas que acabamos de dar sobre como reduzir o estresse canino, é possível contornar e evitar esta situação. E você, como costuma acalmar o seu melhor amigo de quatro patas? Deixe seu comentário com suas experiências e sugestões sobre o assunto!

Deixe um comentário

Todos os comentários são moderados antes de serem publicados.